BRASIL RIDE 24 HORAS 2019

Brasil Ride 24 horas, uma aventura que irá com certeza marcar minha vida e do meu parceiro Marco Oliveira PRA SEMPRE.

BRASIL RIDE 24 HORAS 2019

Nos inscrevemos pela primeira vez no Brasil Ride 24 horas, uma prova que eleva o estado físico e mental dos atletas ao limite.

No Banner to display

Antes de tudo, apenas pensamentos de como seria essa batalha, do tipo:

  • Largaremos as 12 horas de sábado e só pararemos de pedalar no domingo, neste mesmo horário, completando as 24 horas do desafio Brasil Ride 24 horas 2019.
  • Enfrentaremos calor intenso, com sol apino, e frio, muito frio, pois dizem que as noites em Botucatu SP são bastante frias.
  • Outro desafio que enfrentaremos será a logística com comida, acomodação e mecânica, que no caso não temos nenhuma.

Seria apenas uma prova de resistência em relação a horas?

Achávamos que esses seriam os desafios a serem cumpridos, girar em um circuito do tipo estradão com pequenos singles por horas.

Não foi bem assim, tudo mudou quando conhecemos o circuito.

Um circuito extremamente técnico, como muito rock garden, lama, riachos e single tracks bem fechadas e cobertas de raízes de arvores.

No Banner to display

O final do circuito, uma longa subida íngreme, de doer as pernas e elevar bastante a frequência cardíaca.

Para piorar, estávamos com coroa 34 dentes. Seria isso motivo de preocupação?

Confira!!

Brasil Ride 24 horas 2019, realmente uma etapa em nossas vidas.

O evento Brasil Ride 24 horas pode ser disputado em categoria solo, dupla, quarteto ou sexteto.

O atleta ou atletas que completarem o maior número de voltas nesse período de 24 horas se consagram campeões.

Meu parceiro nesta aventura: Brasil Ride 24 horas 2019

Escolhi correr na categoria dupla, ao lado do atleta Marcos Oliveira (@marcos.oliveiramtb), um atleta com bom preparo físico e mental. Uma escolha certa!

BRASIL RIDE 24 HORAS 2019
BRASIL RIDE 24 HORAS 2019

Eu sou bastante ansioso, e correr com o Marcos me fez pisar no freio e me poupar um pouco.

Atleta experiente e resistente, acabou completando mais voltas que eu.

Essa ajuda fez com que eu conseguisse descansar o máximo possível para mantermos um ritmo constante em cada volta.

Pensávamos que correr o Brasil Ride 24 horas seria uma experiência de resistência, mas deparamos com um circuito extremamente técnico, que certamente deixaria tudo aquilo ainda mais difícil.

Principais erros que cometemos no Brasil Ride 24 horas 2019

Cometemos vários erros que nos custaram caro.

O primeiro deles foi a falta de planejamento em relação a comida, abrigo, apoio técnico e mental.

Graças a Deus, fomos acolhidos pelo Gil, seu filho João, que corria na categoria solo, e sua família, que nos deu conforto, nos aqueceu e nos alimentou adequadamente para que pudéssemos encarar esse desafio.

BRASIL RIDE 24 HORAS 2019
BRASIL RIDE 24 HORAS 2019

Gratidão ainda é pequeno para definir o que recebemos ali.

Uma das melhores experiência da minha vida, não só em relação ao Mountain Bike mas em relação a amizade, calor humano, generosidade e diversos outros adjetivos que eu poderia citar aqui.

Dos desafios que enfrentamos no Brasil Ride 24 horas, posso citar 2 grandes.

O primeiro deles foi o frio intenso, que me fez realmente achar que ia passar mal, ter uma hipotermia ou algo do tipo.

BRASIL RIDE 24 HORAS 2019
BRASIL RIDE 24 HORAS 2019

Como pedalávamos por horas, o corpo fica molhado, e especificamente nesta prova, passávamos por alguns rios que também molhavam pés e pernas.

O vento e frio constantes me congelavam que eu estava parado, e devido ao segundo grande desafio, isso não era mais opção.

Nosso segundo desafio foi lidar com a bateria das lanternas, que por algum motivo não duram sequer uma volta completa.

Fiquei por duas vezes no escuro total na mata, onde animais soltos e as trilhas técnicas fizeram eu dobrar a atenção e a tensão… rsrs..

Perdemos várias posições, chegando a ocupar a sétima colocação.

Determinados, as 5:30 horas da manhã de domingo fui para pista novamente.

Num revezamento de duas voltas cada, consegui junto ao meu parceiro recuperar um bom tempo alcançar a quarta colocação. Muito felizes com o resultado e experiência que passamos.

A coroa 34 dentes

Não me esqueci dela. Uma escolha errada!

Nas primeiras voltas, até que íamos bem, estávamos fortes o bastante para aguentar zerar o circuito do Brasil Ride 24 horas 2019.

Como o passar das voltas, a coisa foi ficando dura, pesada. Estávamos cansados e a coroa não nos permitia girar, nos forçando a empregar força para não colocar os pés no chão.

Antes da subida de asfalto, havia uma subida extremamente técnica, que ao decorrer da prova foi ficando molhada e com areia mais fofa. Era inevitável empurrar a bike.

O Brasil ride 24 horas é uma prova de resistência, a constância comanda ali. Acredito que ir com uma coroa 32 dentes ou quiça 30 dentes, seja a melhor escolha.

Confira neste vídeo, cada detalhe desta aventura que fez o Brasil Ride 24 horas se tornar realmente uma etapa em nossas vidas.

Fernando Vilela

Cofundador e Editor do Café na Trilha Apaixonado por Bikes e Café

Deixe uma resposta